As mais belas visões do Monte Fuji

Entre cachoeiras, monte e lago, este grupo de amigos viaja nos feriados para fotografar e conhecer pontos turísticos do Japão

A vida não é só trabalhar! É preciso buscar divertimento também, para haver uma perfeita harmonia mental e física. Que tal um passeio pelo Monte Fuji? Mas calma! Não se trata de escalar o monte sagrado do Japão, nesta fria época do ano.

Bom mesmo é acompanhar este grupo de amigos brasileiros! Eles saem a passeio para fotografar e conhecer os pontos turísticos do Japão, sempre que um feriado permite.

Everson e Paula são apaixonados por fotografia, enquanto Daniella, Julio, Gabriel e Kerollayne gostam de ser fotografados. Assim, fotógrafos e modelos unem o útil ao agradável e viajam juntos para conhecer locais turísticos, reforçar a boa amizade, experimentar a culinária e costumes locais.

No sábado, 24 de novembro, os amigos passaram por Fujikawa-razuka (área de serviços na Tomei Expressway) e tiraram diversas fotos com o Monte Fuji ao fundo. O cenário é livre de postes e chaminés e oferece uma paisagem limpa do Fuji.

Próxima parada: as cataratas Shiraito no Taki, na região de Fujinomiya (Shizuoka). Desde 1936 é considerado Monumento Nacional e listado entre as 100 cachoeiras mais importantes do Japão.

Logo na entrada do parque, não se esqueça de caminhar pela ponte suspensa, de madeira, local excelente para tirar boas fotos. E no mesmo conjunto de cataratas, ainda há a cachoeira Otodome no Taki, com mais de 25 metros de altura, cuja vazante solta um barulho estrondoso, bem diante dos nossos olhos.

O local é servido por restaurantes, lojas de lembrancinhas, peixe na brasa, inclusive o sorvete de wasabi, aquela raíz ardida que saboreamos com sushi. Quem se habilita?

As cataratas Shiraito no Taki ficam em uma garganta que lembra aqueles desfiladeiros do Grand Canyon americano. O local é estruturado para receber turistas, com pontes e escadas que facilitam o acesso. De qualquer local, sempre a vista das cataratas é maravilhosa, com bons ângulos para fotografias.

A parada seguinte é no Lago Tanuki, ainda na região de Fujinomiya. Famoso por oferecer uma das visões mais belas do Monte Fuji, o conhecido Fuji Diamante (Diamond Fuji). A placa no local informa que entre 20 de abril a 20 de agosto, durante o nascer do sol, o reflexo no topo do monte oferece uma visão brilhante e por isso é chamado de Diamond Fuji.

Nesse período, inúmeros turistas e fotógrafos armam camping para madrugar e fotografar esta concorrida e bela visão do Fuji. Ao entardecer, as lâminas de águas calmas do Lago Tanuki refletem o monte feito um espelho, oferecendo a imagem do Fuji Inverso. É foto digna de cartão-postal, não é?

Na próxima folga, você já sabe aonde ir!

“simfree”